Ricardo Rosa produz cervejas artesanais nas horas vagas - Foto: Arquivo pessoal

Isabella de Oliveira

isabella@adufrj.org.br

Matemático e cervejeiro. Ricardo Rosa, professor de equações diferenciais da UFRJ, divide seu tempo entre fórmulas matemáticas e a cerveja. E foi graças à primeira que começou a conhecer o mundo das cervejas artesanais. O hobby nasceu de uma visita científica à Universidade de Indiana, lá pelos anos 2000, onde fez seu doutorado. “Fiz um curso de degustação de cervejas. Por quatro dias provei cervejas do mundo inteiro e descobri uma variedade que nem sonhava”, lembra.

Ao retornar da viagem, teve uma surpresa curiosa: o avô também fora cervejeiro. “Conversei com meu pai e descobri que meu avô, já falecido, também fabricava cervejas em casa”, conta. O professor explica o destaque que conseguiu com o blog Cervejarte. “O diferencial do blog era esse aspecto técnico. Ele trazia fórmulas e receitas, não era só de gostos”, avalia. Apesar da paixão, o professor admite: “Gosto muito mais da matemática”.

O hobby catapultou o docente como referência nacional na produção de cervejas artesanais. O auge veio na colaboração com a Cervejaria Colorado: Ricardo é “pai” da premiada Demoiselle. Marcelo Carneiro, dono da cervejaria na época, participou como jurado de um concurso organizado pelo professor. “O Marcelo tinha o desejo de fazer cervejas com ingredientes típicos brasileiros, e eu tinha feito um artigo para o blog sobre o café”, conta. Daí nasceu a parceria. “O que distinguia era essa coisa de brincar com a produção”, avalia. Hoje, a Demoiselle é uma das quatro principais cervejas da marca.

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)