Elisa Monteiro

elisamonteiro@adufrj.org.br

*e Silvana Sá

“Neste momento, a chapa 1 passa a ser uma diretoria de todos. Temos uma relação de amor com a UFRJ e precisamos estar unidos para os desafios do próximo período”, comemorou a futura vice-presidente da Adufrj, professora Ligia Bahia, minutos depois de anunciado o resultado da eleição, na noite de quarta-feira, 13 de setembro. A chapa 1 venceu o pleito com 816 votos, quase 61% dos eleitores, contra os 469 votos obtidos pelo grupo de oposição à atual diretoria. A posse está marcada para 16 de outubro.

A seguir, integrantes da nova diretoria fazem um balanço da campanha, das perspectivas para o próximo período e falam das prioridades do mandato.

Como vocês avaliam a campanha eleitoral e os resultados?

Maria Lucia Werneck
É muito bom ver confirmada como exitosa a escolha que fizemos desde 2015. Agradecemos a todos os colegas que nos prestigiaram com seu voto.

Eduardo Raupp
Tivemos um quórum próximo à última eleição, em 2015. Conseguimos manter a chama da participação. Foi uma campanha dura, mas limpa. O processo eleitoral e a apuração correram tranquilamente e sai fortalecido o nosso sindicato. O referendo dessa quantidade de colegas foi muito positivo e também nos enche de responsabilidade nessa conjuntura difícil. A gente sai desse processo com muita força e motivação para cumprir esse trabalho.

 

 

Qual será a prioridade da gestão?

Ligia Bahia
Que a universidade consiga ter seu orçamento mantido. O corte de verbas é a ameaça mais objetiva para a universidade pública. E a nossa não está imune a essa ameaça.

Eduardo Raupp
A pluralidade e a democracia sindical são uma grande preocupação para nós. Ao longo da campanha, nós nos comprometemos fortemente com a continuidade de espaços cada vez mais amplos e acessíveis para participação dos professores. E o seguimento das novas formas de luta que foram implantadas nesse biênio. Queremos também promover uma campanha de sindicalização. Sabemos que muitos jovens professores não são ainda filiados. E estamos discutindo algo para propor à categoria: uma redução no valor das mensalidades sindicais para os professores em estágio probatório é uma possibilidade.

Felipe Rosa
A campanha Conhecimento Sem Cortes foi uma iniciativa muito bem referendada. Vamos continuar esse tipo de ação. E ampliar o convívio e a integração social da categoria. Nesse sentido, a construção de uma sede própria será muito bom.

E qual será a primeira ação?

Ligia Bahia
Queremos fazer uma festa para os professores. A realização de bailes era uma tradição da primeira associação de docentes. Muitos casamentos foram realizados, muitos namoros. E parece que dá sorte.

Acompanhe os resultados finais da eleição em https://goo.gl/ERoU93

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)