- Adufrj - http://www.adufrj.org.br -

Hora da mudança

DSC 0321


Hora da mudança


Tatiana Lima
tatianalima@adufrj.org.br 

Começa nesta quinta-feira (29) a transferência de alunos para o recém-reformado bloco feminino do alojamento. Após mais de três anos de espera — a obra começou em março de 2013 —, os estudantes vão receber as chaves dos quartos, que comportam 252 pessoas.

Como as vagas são insuficientes para a demanda, o Conselho Universitário do último dia 22 estabeleceu os critérios iniciais da ocupação. Terão prioridade os atuais moradores do bloco masculino com matrícula ativa e com documentação regularizada pela Superintendência Geral de Políticas Estudantis, recebendo a chamada “bolsa manutenção”, de R$ 400. Assim como as moradoras do alojamento, com filhos ou gestantes, devidamente cadastradas, desde que não recebam a Bolsa Moradia Emergencial.

Todos também precisam estar dentro do perfil estabelecido pelo Plano Nacional de Assistência Estudantil — entre outros critérios, o aluno deve possuir renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. A resolução do Conselho de Ensino de Graduação nº 01/2008 é outra norma a ser cumprida — esta, entre outros fatores, observa que o estudante não deve ter concluído qualquer curso de graduação.  

E os demais?

Já os estudantes que foram deslocados provisoriamente para a reforma da residência estudantil, os bolsistas emergenciais de 2013, terão as bolsas prorrogadas até a construção do novo alojamento em estrutura de contêiner. Neste alojamento, previsto para ser entregue em fevereiro de 2017, serão 164 vagas. Com a transferência definitiva de todos os estudantes, terá início a reforma do bloco masculino do alojamento.

A resolução aprovada no Consuni também estabelece que os estudantes com Bolsa Moradia Emergencial de 2014, 2015 e 2016/1, terão prorrogação do auxílio até a inclusão em moradia estudantil da UFRJ. Eles terão prioridade para ocupar as vagas que surgirem da ampliação da política de moradia.