Foto: Fernando Souza

Elisa Monteiro

elisamonteiro@adufrj.org.br

Foto: Fernando Souza

Quando você terminar de ler este texto, o orçamento da Ciência e das universidades federais terá perdido R$ 8 mil, em apenas um minuto. O sacrifício da pesquisa e da educação superior públicas nos últimos dois anos pode ser acompanhado, desde o dia 22, em um painel eletrônico apelidado de “tesourômetro”. O contador digital, instalado no campus da Praia Vermelha, já ultrapassou a marca de R$ 11 bilhões.

“Estamos sofrendo um corte de quase R$ 500 mil por hora”, afirma Tatiana Roque, presidente da Adufrj. A entidade é uma das idealizadoras da campanha Conhecimento Sem Cortes, ao lado das associações de professores da UFMG e da UnB, além do sindicato dos servidores do Instituto Federal do Rio. A iniciativa ainda conta com a parceria do movimento estudantil, do Sintufrj e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, entre outras representações.

O avanço do “tesourômetro” pode ser acompanhado também em www.conhecimentosemcortes.com.br. No site, pode ser assinada uma petição contra os cortes na Ciência. O objetivo é entregar o documento ao governo, em audiência pública na capital, até setembro.

Leia sobre o debate de lançamento da campanha em https://goo.gl/73WCJc

 

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)