Reunião do Conselho de Representantes, em novembro - Foto: Elisa Monteiro

Kelvin Melo

kelvin@adufrj.org.br

A nova diretoria chegou à Adufrj com a força de 816 votos de professores da UFRJ. A posse ocorreu em uma cerimônia no Salão Pedro Calmon, em 16 de outubro, quando os diretores selaram compromisso com um sindicalismo que respeite as particularidades dos docentes enquanto produtores de conhecimento.

O Conselho de Representantes já é um ponto alto da gestão, com duas reuniões cheias em menos de três meses e a criação de seis grupos de trabalho. Uma das novidades é o GT que vai assessorar a diretoria no planejamento de criar uma sede própria para a Adufrj. Para a presidente da Seção Sindical, Maria Lúcia Werneck, o colegiado “será um intermediário permanente com as unidades”.

Nos mais de 60 dias de trabalho, a nova gestão se empenhou em debates e atos em defesa da universidade pública, ações contra as reformas do governo Temer, além de abrir diálogo com a reitoria e com os outros três segmentos da UFRJ. Também foram eleitos delegados ao próximo Congresso do Andes, com o objetivo de influenciar criticamente os rumos do Sindicato Nacional.

Veja a seguir as principais ações do período:

OUTUBRO

– Diretoria assumiu mandato, dia 16. n Seção Sindical alertou para as desvantagens do Programa de Desligamento Voluntário. – Adufrj prestigiou ato em defesa das universidades públicas, na Uerj, dia 19 (foto). – Diretores do sindicato marcaram presença em ato pela democracia, soberania e desenvolvimento no país, dia 27, no IFCS. – Na primeira atividade pública organizada pela direção em conjunto com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, a UFRJ recebeu a professora Rita Barradas, diretora de Avaliação da Capes, dia 30.

Foto: Elisa Monteiro

NOVEMBRO

– Levantamento realizado pela Seção Sindical mostrou que o percentual de professores que se declaram negros é de apenas 2%. – Adufrj promoveu o debate “Reformas e Medidas Provisórias: como nos afetam?”, na Faculdade Nacional de Direito. Depois, professores participaram do ato unificado do Rio contra as reformas, no Centro. – Terceira edição da Marcha pela Ciência, com apoio da Adufrj, criticou cortes em C&T, dia 11. – Conselho de Representantes, dia 24, criou grupos de trabalho com temas variados.

DEZEMBRO

– Diretores da Adufrj participaram de uma reunião em Brasília, dia 1º, com mais cinco associações docentes. Objetivo é formar um movimento apartidário e não sindical em defesa da universidade pública, da democracia e da soberania. – No dia 5, reitoria e representantes da Adufrj, do Sintufrj, da APG fizeram reunião para unir reflexões e esforços em favor da UFRJ (foto). O DCE participou do segundo encontro, no dia 18. – Professores deram adeus a 2017 em confraternização no dia 9. – Segunda reunião do Conselho de Representantes, dia 15, iniciou preparação para o Congresso do Andes.

Foto: Kelvin Melo

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)