Salao

 

Prisões arbitrárias, abusos policiais, acusações e flagrantes forjados, ameaças de morte, violências físicas e psicológicas de toda espécie deram o tom dos depoimentos de doze jovens da reunião realizada nesta terça-feira 17, no Salão Nobre da Faculdade Nacional de Direito (FND), da UFRJ. O evento foi organizado por advogados e entidades ligadas aos Direitos Humanos e teve o apoio da Adufrj-SSind e da FND. O encontro foi de solidariedade de solidariedade aos presos políticos das recentes manifestações, que tiveram início a partir da luta contra o aumento das passagens, em junho.

Os casos dos jovens enviados ao presídio de Bangu, e que hoje respondem processo criminal por formação de quadrilha armada e incitação à violência por postarem mensagens consideradas “perigosas pela segurança nacional” no facebook, foram narrados por alguns deles e por seus familiares.  Outras situações de graves violações, como sequestros relâmpagos, coação por milícias e perseguições armadas foram denunciadas por ativistas e militantes de outros movimentos do Rio de Janeiro como o Ocupa Cabral e o Ocupa Câmara. (Elisa Monteiro).

Veja matéria completa na próxima edição do Jornal da Adufrj

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)